Vetores – Yin-Yang Chakram (Xena – Warrior Princess)

Esse chakram substitui o chakram clássico nas duas últimas temporadas da série. Ele surge no episódio “Chakram”, episódio do tipo que você começa com dúvidas e termina com mais dúvidas do que quando começou. Hehe. O Chakram Yin-Yang tem a capacidade de se dividir em duas partes durante o seu lançamento. Particularmente, eu prefiro o chakram clássico do que esse, porque apesar do design bacana, a capacidade que ele tem de se dividir foi muito pouco utilizada na série. Se eu não me engano ele só se divide umas duas vezes e nunca mais. (Ué?) Então sei lá, a minha reação perante a mudança de um chakram pra outro é indiferente. Tanto faz. E pense num vetor difícil de fazer. Hehehe. Quase saiu fumaça da minha cabeça de tanta matemática que eu usei pra que as duas partes ficassem milimetricamente iguais e o vetor ficasse o mais próximo possível da versão original. Mas no final deu tudo certo e o Making Of tá aí pra mostrar.

 

Versões com plano de fundo

 

Vetor - Yin-Yang Chakram (Xena - Warrior Princess) [com plano de fundo] Vetor - Yin-Yang Chakram (Xena - Warrior Princess) (Colorido com contorno) [com plano de fundo] Vetor - Yin-Yang Chakram (Xena - Warrior Princess) (Colorido sem contorno) [com plano de fundo] Vetor - Yin-Yang Chakram (Xena - Warrior Princess) (P&B sem contorno 1) [com plano de fundo] Vetor - Yin-Yang Chakram (Xena - Warrior Princess) (P&B sem contorno 2) [com plano de fundo] Vetor - Yin-Yang Chakram (Xena - Warrior Princess) (P&B sem contorno 3) [com plano de fundo] Vetor - Yin-Yang Chakram (Xena - Warrior Princess) (P&B sem contorno 4) [com plano de fundo] Vetor - Yin-Yang Chakram (Xena - Warrior Princess) (P&B sem contorno 5) [com plano de fundo] Vetor - Yin-Yang Chakram (Xena - Warrior Princess) (P&B sem contorno 6) [com plano de fundo]

 

Versões sem plano de fundo

 

Vetor - Yin-Yang Chakram (Xena - Warrior Princess) [sem plano de fundo] Vetor - Yin-Yang Chakram (Xena - Warrior Princess) (Colorido com contorno) [sem plano de fundo] Vetor - Yin-Yang Chakram (Xena - Warrior Princess) (Colorido sem contorno) [sem plano de fundo] Vetor - Yin-Yang Chakram (Xena - Warrior Princess) (P&B sem contorno 1) [sem plano de fundo] Vetor - Yin-Yang Chakram (Xena - Warrior Princess) (P&B sem contorno 2) [sem plano de fundo] Vetor - Yin-Yang Chakram (Xena - Warrior Princess) (P&B sem contorno 3) [sem plano de fundo] Vetor - Yin-Yang Chakram (Xena - Warrior Princess) (P&B sem contorno 4) [sem plano de fundo] Vetor - Yin-Yang Chakram (Xena - Warrior Princess) (P&B sem contorno 5) [sem plano de fundo] Vetor - Yin-Yang Chakram (Xena - Warrior Princess) (P&B sem contorno 6) [sem plano de fundo]

 

Making Of

 

Vetor - Yin-Yang Chakram (Xena - Warrior Princess) (The Making Of)

Joxer é um saco. Se ele fosse um blog, o que eu faria com ele é o seguinte.

"E aí?"
“E aí?”

Sete anos se passaram desde que eu registrei o domínio do site. De lá pra cá, venho pagando religiosamente o registro a cada ano na data de vencimento. Mentira, uma vez eu quase perdi o domínio, acho que foi em 2011. Eu tava desempregado e atrasei mais de um mês. Por pouco congelou. Hahaha.

"É 'mermo'?"
“É ‘mermo’?”

A verdade é que durante todo esse tempo eu não sabia o que fazer com o site, e do site. Eu nunca quis fazer um trabalho meia-boca de só escrever o que todo fã já tá cansado de saber sobre a séries “Xena” e “Hercules – The Legendary Journeys“. Já existem inúmeros fã-sites que prestam esse serviço. Mas taí, acredito que o meu erro foi pensar somente no fã veterano e não pensar em quem estaria começando a assistir. E como neste ano eu pretendo revisitar e revisar as legendas que eu fiz, há seis anos atrás, tanto da série Xena quanto da sua série irmã, Hércules, acredito que agora seja um bom momento para o site finalmente receber o sopro da vida. Escolhi o dia 1º de Janeiro pra dar sorte. (Feliz Ano Novo! Hehe.)

"Concordo."
“Concordo.”

Por falar em escolher, já me perguntaram porque eu escolhi o personagem Joxer pra dar nome ao site, considerando que ele é o estereótipo de bobão da série. Já se passaram sete anos. Só me lembro que na época eu queria um fã-site com domínio próprio e que obrigatoriamente tivesse o nome de um personagem da série. Quando fui registrar, é claro que Joxer não era a minha primeira opção, só que àquela altura eu já não era tão ingênuo a ponto de não saber que os nomes “Xena”, “Gabrielle” ou até mesmo “Callisto” muito provavelmente já tinham sido registrados. Quando vi que não tinha muitas opções de registrar nomes de personagens, só pensei em um que apareceu bastante na série, e que, sei lá, de repente causasse até um certo impacto por se tratar de um que ninguém esperasse ser digno de dar nome a um site. “Quem registraria ‘Joxer’?”, me veio o pensamento. A contradição perfeita… ou uma ideia arriscada, uma viagem da minha cabeça.

"Como assim 'quem registraria «Joxer»'?"
“Como assim ‘quem registraria «Joxer»’?”

Joxer é um saco. Se ele fosse um blog, o que eu faria com ele é o seguinte: improvisar. Vou me esforçar, é sério. Não sou de prometer, a não ser em casos extremos. Não gosto de controlar as coisas, gosto de deixar que elas fluam naturalmente. Joxer por exemplo, entrou na série e foi ficando, ficando até dar certo. Um site nasce naturalmente fracassado, mas é o conteúdo que faz a diferença com o passar do tempo.

"Beleza então."
“Beleza então.”